Imperfeição / Filhos


Ser mãe é considerar-se imperfeita, o tempo todo. Isso mesmo: a gente se sente incompleta, inacabada e se vê ´obrigada´ a encarar um serzinho que nos tem como exemplo.
Talvez a culpa das mães se resuma nisso: na imperfeição. E a luta constante é para acertar, acertar e acertar. Mas a gente erra. E muito. E a luta passa a ser para se perdoar. Porque é preciso acertar, errar e se perdoar. Acertar, errar e se perdoar, não necessariamente nessa mesma ordem. Porque precisamos criar filhos mais preparados para a vida, mais gente.
E para tanto, precisamos nós, mães, ser mais gente. De verdade.

Flávia Gobbi
Colunista convidada

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...